Descobri o mergulho e agora?!

Descobri o mergulho e agora?!

March 23, 2020 -

Quando eu era pequenina.......gostava muito de água!

Na praia só saía da água por 2 motivos: ou porque tinha congelado ou porque os meus pais queriam ir para casa. Quando cresci mais um bocadinho, e passei a ir a algumas piscinas nas férias do verão, passava o tempo todo a mergulhar para apanhar as coisas que as pessoas perdiam no fundo da piscina... tipo: anéis, fios, outros... Ainda ganhei uns gelados das pessoas a quem eu encontrava os artigos perdidos ... por isso engordei!

Depois, na minha era de adolescente, passei a fazer férias acampada nas Berlengas com os meus primos! Eles tinham um barco e uma tenda que montávamos no início de maio e só a recolhíamos a meio de setembro. Claro, a tenda que era azul no final da temporada ficava branca… as gaivotas davam conta da pintura! Nesses dias fantásticos nas Berlengas nós só fazíamos 2 coisas: percorrer a ilha a pé todos os dias e mergulhar em apneia.... só houve um dia em que estávamos tão distraídos que nem vimos um barco a aproximar-se e... pimba... levei com a quilha na tola. Nessa altura comecei a perceber que tinha de ter mais cuidado!! Continuei neste registo até tarde.... queria fazer mergulho com garrafa mas só havia em Lisboa e os meus pais não me deixavam ir. Os meus primos eram todos aficionados pelas aventuras do Costeau e eu passei a ser uma fã incondicional! Um dia uma amiga minha ganhou uma viagem às Maldivas. 1 viagem para 2 pessoas. Eu e outra amiga minha comprámos uma viagem a meias e lá fomos as 3! .... E foi aí! Mesmo aí,  sim nas Maldivas, que tudo verdadeiramente começou....

Na ilha só podíamos fazer 2 coisas: nadar ou apanhar sol.... eu achei que era a oportunidade de experimentar aquilo que já tinha querido fazer há tantos anos... SCUBA DIVING!!!! ... e pronto... inscrevi-me num batismo de mergulho..... preenchi uma data de papelada (em inglês).... tipo: se morrer eles não têm a culpa!!!! .... e depois coloquei a tralha às costas e lá fomos nós pelo recife dentro..... No início tive muita dificuldade em respirar....não fui exceção!! .... depois o guia de mergulho lá me disse para ter calma e esquecer aquela coisa que tinha na boca... e assim fiz....... descemos um bocadinho, ao que me pareceu imenso, e de repente .... UMA TARTARUGA em frente ao meu nariz!!! UAUUUUUU ..... Nessa tarde fiquei deitada na areia de olhos fechados para prolongar aqueles momentos deliciosos.... e disse para mim: É AGORA OU NUNCA... assim que cheguei a portugal contactei um amigo meu que era Instrutor de Mergulho e disse-lhe que queria fazer o curso.... e assim foi. Organizei um grupo nas caldas da rainha e .......... A partir desse dia NÃO PAREIIIIIIIIII até agora, mesmo com artroses e outras maleitas!!!

Digamos que alguns dos melhores momentos da minha vida aconteceram debaixo de água… encontros com tartarugas, jamantas, tubarões diversos ou simplesmente a admirar vida macro ou ainda tão somente ficar no meio do azul a sentir-me em gravidade Zero!

O passo a seguir foi a via profissional. A parte mais maravilhosa é a de puder ajudar toda a gente, que partilhe da paixão pelo azul, a passar-se para debaixo de água e desfrutar de momentos inesquecíveis ao mesmo tempo que os ajudo a superar alguns receios!

Agradeço a todos os que ajudaram a que isto fizesse da minha vida algo insubstituível e apaixonante! Felicito todos aqueles que resolveram sair da zona de conforto e aceitassem o desafio de descobrirem este mundo ainda com tanto por explorar! Aos que ainda não decidiram…

Estão à espera de quê?

Até breve!
Paula Almeida - Instrutora de Mergulho

Tags: Batismo, Mergulho, Scubadiving

Partilhar:

comments powered by Disqus